Node-RED Brasil – Entendendo a interface Node-RED

Após fazer a instalação do Servidor Node-RED em nossas máquinas (caso não tenha feito e queira instalá-lo, aconselho que leia meu artigo anterior: Instalando a plataforma Node-RED. Onde explico o que é e como instalar a plataforma em seu computador ), várias perguntas nos vêm à cabeça, como por exemplo: “Pronto, e agora?”, “A onde eu coloco meu código nisso ?”. Nesse artigo vamos aprender a nos localizar em cada parte dessa nova interface e entender como transitar por ela.

Iniciando o Servidor Node-RED

Para se iniciar um servidor node-RED é bem fácil, basta abrir um terminal tanto no Windows quanto no Linux e chamar:

node-red

Iniciando Node-RED em Linux. @pfveiga7

Logo após “startar” seu servidor, abra o navegador de sua preferência e digite: localhost:1880 ou se for acessar essa máquina de forma externa porém na mesma rede utilize o IP:Porta. EX: “192.168.x.x“.

Ao abrir, a IDE se assim podemos chamá-la será essa a tela que você encontrará.

Interface da plataforma Node-RED. @pfveiga7

Essa é a página inicial da programação Node-RED, lembramos que o node-RED segue o sistema de flows para programação através de blocos lógicos, os famosos “nodes”, ou nós. No Node-RED nós encontramos três tipos de nodes: entrada, transição e saída.

Nodes

Node de entrada: São “nodes” que lêem ou recebem valores externos.

Nodes de transição: São nodes onde nós trabalhamos os dados para ser entregues a outros “nodes” de transição ou “nodes” de saída.

Node de saída: São nodes que expõem ou agem de acordo com os dados, sendo estes, tratados ou não.

Paleta de nodes

Em nossa interface encontramos os “nodes” em um lugar chamado de Paleta, onde eles são armazenados e organizados de acordo com suas funções e agrupamentos. Nessa paleta nós temos a possibilidade de encontrar nossos “nodes” rolando a barra ou de forma mais específica pesquisando seus nomes.

Paleta de Node. @pfveiga7

Flows ou Área de Trabalho

Em sequência encontramos nossa área de trabalho, chamada de flow, o lugar onde arrastamos e conectamos nossos “nodes” através de seus data hubs (Pontos cinza encontrados em cada “node”) e data wires (Fio de dados, que conectam “nodes”), eles são as pontes por onde os dados trafegam entre um node e outro.

Área de trabalho (Flow) Node-RED. @pfveiga7

Pode-se construir diversos Flows para melhor organização onde um pode ou não interferir no outro de acordo com os dados tratados ou trafegados

Alguns blocos quando presentes na área de trabalho criam caixas de ativação, bem como vemos no exemplo. Se essa caixa está ativa sua cor fica aparente de forma mais forte, como o caso do “node” de debug, caso não esteja sua cor fica mais opaca, assim como o “node” de inject.

Painel de Informações do Node-RED

No canto direito da tela encontramos a área de informações onde podemos entender mais o funcionamento de cada bloco bem como debugar seu funcionamento, apesar de não parecer, essa área é extremamente importante para observação e configuração de nodes mais avançados como os de Dashboard.

Painel de Informações.
@pfveiga7

Debug

No canto superior direito também encontramos um dos elementos mais importantes de toda programação, o botão Deploy e ao seu lado o botão de configuração do Node-RED.

O deploy é responsável por iniciar, reiniciar ou atualizar nossa programação podendo ser feito em tempo de execução para todos os “nodes” ou “nodes” específicos de acordo com o programador. Ele nos dá essas três opções:

Opções de Debug. @pfveiga7

Configurações do Node-RED

Já o botão de configuração do Node-RED nos trás várias possibilidades como:

  • Visualizar as barras de informação e de Debug.
  • Importar e exportar flows externos feitos em outro servidor Node Red.
  • Procurar por flows
  • Configurações de “nodes” específicos.
  • Configurações de flows e sub flows
  • Gerenciador de paleta.
  • Configurações
  • Atalhos de teclado, site no Node-RED e versão
Painel de Configurações.
@pfveiga7

De todos esses nós vamos dar mais atenção a três, pois são os mais utilizados e necessitados dentre todos os outros e o primeiro é:

1. Importação e Exportação

No Node-RED nós conseguimos trazer flows ou até mesmo programas inteiros feitos em outros servidores Node-RED para o nosso ou vice versa, para isso basta que você selecione os nodes ou flow que queira exportar e vir nessa opção seguido da opção clipboard, com isso uma nova janela se abrirá.

Painel de Exportação. @pfveiga7

Nessa janela você tem a opção de escolher se quer exportar somente os “nodes” selecionados, se deseja exportar aquele flow específico ou todos os flows. Tudo isso ficará salvo dentro de um grande JSON, basta copiar e colar ele em um meio de comunicação e pronto, exportação concluída.

Painel de Importação. @pfveiga7

A importação segue o mesmo padrão, é só copiar o JSON que veio pelo seu meio de comunicação, escolher import, clipboard e colar em seguida clicar em import, clipboard e pronto, “nodes” importados.

2. Nodes de Configuração

Alguns nodes que trabalham com APIs e requerem alguma informações específicas como login de contas e configurações de hardwares como os “nodes” no Twitter, Arduino e banco de dados, eles possuem “nodes” ocultos, que ficam guardados nessa área, e por mais que você apague a utilização deles na área de trabalho, seus nodes de configuração ficam ativos nesse espaço, então quando não for mais utilizar alguns desses “nodes”, lembre-se sempre de apagá-los aqui nas configurações também para diminuir os riscos de erros ou conflitos com outros “nodes”.

3. Gerenciador de Paleta

Esse local é utilizado para gerenciar seus pacotes de “nodes”. Aqui você pode instalar, atualizar e desinstalar pacotes específicos e também pesquisar por “nodes” de acordo com sua necessidade. Para instalar novos pacotes de APIs basta entrar nessa área, clicar na aba install e pesquisar o pacote, depois é só clicar no install e aguardar que os nodes sejam instalados.

Gerenciador de Paleta. @pfveiga7

Com isso aprendemos o funcionamento de todas as áreas da interface do Node-RED, e já podemos sair construindo nossos flows. Em breve nós também teremos todo esse material em vídeo no nosso canal. Nos sigam nas redes sociais para ficar por dentro das novidades do Node-RED.

Agradecimentos

Elvira Reininger – Design e Revisora

Apoio:

Zero Treze Innovation Space

Mande-nos uma mensagem